O que é mídia programática?
20 de junho de 2018
0

Atualmente, já se tornou comum aos profissionais de marketing e publicidade o uso de tecnologias para automatizar a compra de espaços publicitários na internet. Conhecida como mídia programática, essa forma de negociar mídia trouxe uma solução para tornar os processos mais rápidos e eficientes.

Por exemplo, o que antes era necessário negociar separadamente com cada página na web, agora conta com um processo automatizado de comprar e vender mídia por meio de um sistema automatizado. Além de otimizar o tempo, a produtividade e os resultados, este novo método vem transformando continuamente a forma com que as marcas se comunicam com os seus consumidores.

De acordo com o IAB Brasil, somente em 2017, o mercado de mídia programática movimentou R$ 14,8 bilhões, atingindo um percentual de crescimento de 25,4% em relação ao ano anterior. Isso significa que cada vez mais, anunciantes e agências estão direcionando seus esforços para o segmento.

Onde está o verdadeiro valor da programática?

É fato que a automatização da compra e venda de mídia facilitou a vida de muitos players do mercado, já que com apenas uma operação é possível exibir uma campanha em vários sites. No entanto, é importante deixar claro, que compra programática não significa apenas compra via plataformas automatizadas. O que proporciona o real valor a este segmento é a possibilidade de utilizar audiências e entregar mídia de forma personalizada.

Para deixar mais claro, é possível impactar consumidores que dão sinais de interesse em comprar determinado produto ou serviço, concentrando a entrega da mídia pelos perfis de audiência que realmente interessam.

Além das segmentações, que permitem uma assertividade maior, outro diferencial da mídia programática é a possibilidade de exibir criativos diferentes para cada um dos interesses ou intenções de compra dos consumidores. Assim, ao invés de bombardear o consumidor com a mesma mensagem, o anunciante pode contar uma história utilizando a jornada do consumidor nos dispositivos e canais digitais.

Uma estratégia programática bem estruturada, evita a dispersão de anúncios em sites aleatórios, auxilia na performance e aumenta a geração de leads ou vendas, já que a sua comunicação está sendo direcionada para o público-alvo correto. Dessa forma, com uma mídia muito mais certeira, o anunciante consegue ter um retorno maior sobre o investimento.