Lookalike
Seja responsável na hora de fazer o Lookalike
2 de maio de 2018
0

Como já sabemos, muito mais do que espalhar automaticamente a mensagem de um anunciante em múltiplos canais, a mídia programática permite obter maior controle e entendimento sobre como os usuários interagem com sua publicidade, independente do dispositivo que ele está conectado. Com esses dados valiosos em mãos é possível traçar as mais variadas estratégias para entregar mensagens customizadas e obter melhores resultados para uma campanha.

Usado com frequência por grandes anunciantes, o lookalike é uma técnica de modelagem estatística que tem como objetivo ampliar o alcance de uma audiência, identificando pessoas semelhantes a base original que está sendo utilizada como amostra. Dessa forma, é possível encontrar usuários que tenham características e interesses parecidos com a dos seus consumidores, criando assim uma segmentação mais  ampla.

Para deixar mais claro, uma montadora de carros de luxo, tem seu público-alvo formado majoritariamente por homens entre 45 e 60 anos, graduados,  de classe A, que já interagem com a marca em qualquer um dos pontos de contato, físico ou digital. Esses usuários deixam informações que permitem o entendimento do perfil e comportamento. Com base nestes dados, o lookalike busca usuários que possuem conduta semelhante, mas que em teoria, não conhecem ou acessam o site da marca em questão.

Resumindo, a função desta estratégia é localizar usuários que estejam mais propensos a se identificar ou se interessar pelo seu negócio. Assim, o anunciante tem a vantagem de encontrar e impactar a audiência de modo mais assertivo, minimizando esforços de pesquisa e seleção de possíveis clientes.

Para se usar dessa estratégia é preciso que sua marca tenha uma audiência consolidada e armazenada em Bancos de dados, que além de coletar, armazenar e organizar, permitam identificar perfis e realizar segmentações exclusivas, como o lookalike.

Porém, um dos problemas frequentes no mercado é o uso irresponsável e exacerbado desta técnica, pois muitos players, por ânsia de resultados, acabam abrindo o leque além do limite aconselhável, o que pode ocasionar na entrega do criativo para a audiência incorreta.

Por isso, aconselhamos a todos a terem responsabilidade e consciência ao se utilizar de  alguma técnica de expansão de audiência, pois qualquer deslize é capaz de atrapalhar no engajamento de qualquer campanha. E lembrem-se sempre, um resultado não está ligado na quantidade de impactos, mas sim com a qualidade que estes impactos são realizados.